Parceiras do Rock Master são premiadas no Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau

Terminou no último dia 9 a quinta edição do Festival Brasileiro da Cerveja. O evento, realizado uma vez por ano, em Blumenau, Santa Catarina, premia as principais cervejarias do país, com um júri bastante qualificado. Este ano, várias cervejas mineiras voltaram para casa com sua medalha no peito. Destaque para duas parceiras do Rock Master: Prussia e Vinil.

A Prussia, que é sediada em São Gonçalo do Rio Abaixo, faturou a medalha de ouro com a sua extra special bitter – pale ale. Já a Vinil, que sediada no Jardim Canadá, trouxe duas medalhas. Uma de ouro, com sua stout 78 RPM, e uma de prata, com a 33 RPM, do estilo bohemian pilsener.

“A Vinil entrou no concurso esse ano com mais esperança. Depois que abrimos a Inconfidentes, em 2013, a gente já vem trabalhando para melhorar a qualidade dos produtos e enquadrar algumas receitas em estilos certos para os concursos. E tínhamos uma esperança grande com a 78 RPM, que acabou levando a medalha de ouro, como a melhor do Brasil, em Blumenau”, comemorou Fabrício Bastos, um dos sócios da Cervejaria Vinil.

Já Amanda Goveia, gerente de marketing da Prussia, revelou que eles esperavam medalhas de outras cervejas. “Foi uma surpresa ganhar com a ESB. Nós estávamos esperando medalhas de outras cervejas, de acordo com o trabalho de análise que fazemos internamente”, disse.

Segundo Fabrício, “esses prêmios são como uma certificação de qualidade dos produtos que ali concorreram. Ter sua cerveja avaliada por um corpo de juízes. É muito bacana. E é um campeonato. Vencemos o campeonato, levantamos o caneco. Dá muito orgulho do trabalho que tem sido feito durante esses cinco anos de cervejaria.”

Amanda também faz coro e ressalta o trabalho desenvolvido pela Prussia. “Ganhar uma medalha com cerveja de prateleira não é fácil, principalmente quando a maioria dos concorrentes aposta em fazer receitas exclusivas para os concursos. O trabalho aqui na fábrica é minucioso e diário. A cerveja nao nasce de um dia pro outro, é como uma criança que tem que ser acompanhada todos os dias, em todos os passos”, diz

“Se pudéssemos comparar, diríamos que a cerveja é um filho adolescente que foi morar fora e a gente fica sempre meio preocupado, com aquela vontade de ligar, de saber como estão as coisas. E esse filho voltou para casa carregando uma medalha de ouro no peito, direto de Blumenau, do maior e mais importante concurso de cervejas do Brasil”, disse Amanda. “Nós demos um grito de doer as cordas vocais, como se fosse um gol de final da Copa do Mundo. Com um estilo super difícil e mega concorrido, a gente segue surpreendendo até a nós mesmos, que somos pequenos, mas com grandes sonhos”, finalizou.

Na Vinil, a alegria não foi diferente. “Estávamos acompanhando a transmissão via Facebook e foi uma alegria geral. E ainda ficamos com a prata com a 33 RPM. Então, felicidade total, noite de festa aqui na Vinil”, disse Fabrício. O Rock Master parabeniza as duas cervejarias pelas medalhas mais que merecidas e deseja ainda mais prêmios no futuro!

Ouça a edição mais recente do Programa Rock Master:

Se preferir, clique no banner abaixo e escolha qual edição do Programa Rock Master quer ouvir:

Acompanhe também