The Skull não traz novidades ao som do Trouble

Olha mais uma contribuição do Rodrigo “Piolho” Monteiro para o Rock Master!

Já falamos do Trouble recentemente aqui no Rock Master, então vamos pular todo aquele parágrafo onde apresentamos a banda, seus membros e contextualizamos sua origem. Para isso, basta clicar aqui e ler a resenha de seu primeiro álbum, “Psalm 9”.

Depois de sua bem sucedida estreia, o quinteto formado por Eric Wagner (vocal), Bruce Franklin e Rick Wartell (guitarras), Sean McAllister (baixo) e Jeff Olson (bateria) volta à carga com “The Skull”. Lançado em 1985, o álbum é quase que uma continuação de sua estreia do ano anterior. Com isso, é seguro dizer que “The Skull” aprofunda ainda mais a veia doom metal da banda, diferenciando-o um pouco do anterior. Aqui o Trouble não flerta tão descaradamente com outros estilos, como o thrash metal. Guitarras à la NWOBHM, com um solo aqui, outro ali e andamento ora cadenciado, ora arrastado, são as principais características de “The Skull”.

“The Skull” apresenta alguma evolução com relação à “Psalm 9”, especialmente no que diz respeito à voz de Eric e ao trabalho realizado pela dupla de guitarristas. As letras de “The Skull” também trazem um tom mais profundo e questionador, haja vista o fato de Eric Wagner estar, então, passando por um período complicado em sua vida. Para aqueles que ficaram com preguiça de ler a resenha de “Psalm 9”, as letras do Trouble são carregadas de uma temática cristã, ainda que não seja fácil classificá-los como white metal ou mesmo christian metal já que a banda foca-se mais em expressar sua fé do que converter seus ouvintes.

Sendo um dos primeiros álbuns de doom metal da história, a maior parte das faixas de “The Skull” tem, como dito acima, um andamento mais cadenciado, ainda que não tão arrastado quanto em álbuns do estilo gravados por outras bandas. Isso torna o trabalho, assim como “Psalm 9” bastante homogêneo. Mesmo assim, faixas como “Pray for the Dead”, que abre o álbum, “Gideon” e a épica “The Wish”, com quase 12 minutos, são os grandes destaques desse bom trabalho do Trouble.

Com sete faixas e um tempo total de pouco mais de 43 minutos, “The Skull” foi lançado por aqui pela Hellion Records.

Ouça a edição mais recente do Programa Rock Master:

Se preferir, clique no banner abaixo e escolha qual edição do Programa Rock Master quer ouvir:

 

Acompanhe também