Banda goiana Acrílico explora sonoridade psicodélica no primeiro EP

Em meio a um instrumental intenso, o vocal etéreo entrega versos reflexivos e intimistas. Assim soa a estreia do quinteto Acrílico, que divulga seu primeiro EP, “Limbo”. O trabalho, que une o clima do dream pop e do alternativo com a psicodelia, possui cinco faixas e já está disponível nos principais serviços de streaming por meio do selo Casa da Árvore Records.

Ouça “Limbo”: smarturl.it/AcrilicoLimbo

Aliás, Acrílico leva ao pé da letra a definição de dreampop. Testando os limites entre realidade e imaginação, a sonoridade da banda goiana transita entre riffs orgânicos, sintetizadores e efeitos, sem se tornar inacessível. Talvez por isso “Limbo” faça tanto sentido – cercado por dois mundos distintos, o EP cresce e caminha na dualidade.

“‘Limbo’ vai ser um divisor de águas na nossa história, é a consolidação de tudo que construímos até aqui, pois agora a gente passa definitivamente a existir publicamente para quem quiser ouvir. É também a profissionalização da banda, a partir de agora a gente já busca construir uma imagem mais sólida, tanto visual quanto musical”, reflete Pedro Mendes, guitarrista da banda.

Acrílico surgiu no início de 2016, e conta com a junção dos músicos Manoel Siqueira (voz e guitarra), Guilherme Tai (baixo), Lucas Santana (bateria) e Renato Oliveira (sintetizador), além do próprio Pedro.

A banda havia começado a revelar “Limbo” há três anos, quando lançou o single “Ciclos”, onde cantam sobre a finitude da vida. Em 2019, veio “Pó”, canção que abre o trabalho e ganhou um clipe que explora um universo surreal pelas ruas de Goiânia. “Grão”, “Inverno” e “Velho” mantém a unidade lírica do projeto, versando sobre questões de foro íntimo e emocional, como saúde mental e convenções sociais. As letras, na maioria compostas por Pedro e Manoel, falam sobre os seus devaneios interiores, exteriorizando suas visões acerca de assuntos como a solidão, a vida, a saudade e o autoconhecimento.

Assista ao clipe “Pó”: https://youtu.be/ejrhRrQbXDI

O EP “Limbo” contou com produção de Braz Torres Neme, no Complexo Estúdio e já está disponível nas plataformas de streaming de música.

Ficha Técnica:
Manoel Siqueira: Voz e Guitarra e composição de Ciclos, Grão e Velho
Pedro Mendes: Guitarra e composição de Pó, Inverno e Velho
Renato Oliveira: Sintetizador
Tai: Baixo
Lucas Santana: Bateria
Braz Torres Neme: Gravação/Mixagem/Masterização no Complexo Estúdio, Goiânia

Ouça a edição mais recente do Programa Rock Master:

Se preferir, clique no banner abaixo e escolha qual edição do Programa Rock Master quer ouvir:

Acompanhe também